Pesquisar este blog

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

O Caminho do Amor


Amar é inicio de tudo. Quem ama esquece a história que ficou para trás por rejeitar tudo o que não foi amor. O amor é o inicio e não tem fim.

Sim, não há crueldade maior do que ser comparado. Ah, o amor não foi criado para ser comparado ou questionado! O amor deve ser vivido, e, vivido eternamente.

Não pense que um namoro começa quando o rapaz faz o pedido, ou vice versa. Um compromisso se estabelece quando ambos escolhem lançar sementes ao coração e com isso permitem que o amor crie raízes. E, por favor, que sejam profundas!

Eu escolho quem amo, mas com a paixão não é assim. Feliz é quem ama a pessoa pela qual se apaixonou.

O verdadeiro amor lança fora todo medo. As alegrias do amor são sempre proporcionais ao temor de um fracasso. Ame sem reservas!

Orem um pelo outro. Orem juntos, e separados. Se possível, desenvolva uma disciplina que envolva um horário, ou dias específicos. Fiquem sabendo que não há caminho ao outro a não ser a oração a Deus.

O amor é feito de dois atos que envolvem 3 pessoas: Deus, você e o outro. Sobretudo, que se faça a vontade de Deus em primeiro lugar, e, só depois a vontade de vocês.

Não menospreze os sonhos individuais do outro. Quem ama sonha com o sonho da pessoa amada, e juntos são capazes de ir à lugares que sempre sonharam juntos.

Quem julga amar alguém, deve ama-lo com suas qualidades e defeitos. Ora, pessoas são feitas disso. Qualquer outra forma é pura paixão, fogo de palha.

Como descobrir o caminho do amor?

“O amor nunca desiste. O amor se preocupa mais com os outros que consigo mesmo. O amor não quer o que não tem. O amor não é esnobe, não tem a mente soberba, não se impõe sobre o outro, não age na base do “eu primeiro”, não perde as estribeiras, não contabiliza o pecado do outro, não festeja quando o outro rasteja, tem prazer no desabrochar da verdade, tolera qualquer coisa. Confia sempre em Deus. Sempre procura o que é melhor. Nunca olha para trás, mas prossegue até o fim. O amor nunca morre.” (1 Cor. 13:4:8)


Não seja escravo do tempo; use-o a seu favor. Não há necessidade de vermos o coração do outro. Basta esperar até que a arvore frutifique. Pelo fruto, discernirão, a seu tempo, as arvores!

Por fim, Deus é responsável pelo querer e efetuar; portanto ouça a Sua voz. Saiba que o Senhor está escrevendo a sua própria história de amor, e, devo lhe assegurar: O final é feliz

Um comentário:

  1. ES UNA BENDICION VISITAR SU WEB, QUE DIOS LES BENDIGA GRANDEMENTE DESDE MI PAIS EL SALVADOR CENTROAMERICA, les comparto mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir